Quebrando Padrões| Praticando Aceitação


Olá minhas lindas! Tudo bem com vocês?
Hoje vamos falar sobre algo, muito importante, principalmente pra mim.
Vamos falar sobre padrões. Padrões de estética, de beleza, entre outros, mas, antes de começarmos, vou te fazer uma pergunta: O que é padrão???

De acordo com o dicionário,"padrão é um modelo a ser seguido, um exemplo a ser copiado, é uma regra de execução..."

Mas pra mim, padrão é
algo que deveria ser arrancado do nosso meio social. O que você iria pensar se te chamassem ou chamassem seu filho(a) de cabelo de pichaim, ninho, bombril, bucha, entre outros apelidos que afetam o emocional de quem os ouve.
Imagem retirada do Google
A uns dias atrás ouvi uma pessoa dizer que a melhor coisa que já inventaram para um afro descendente foi a progressiva, aquilo me magoou tanto, não pelo fato da existência de técnicas de alisamento, mas sim pela a arrogância, falta de respeito e o preconceito de quem pronunciou tal frase.

Quebrar padrões não é só você não ligar pra opinião dos outros ou fazer o que lhe convém, mas sim se aceitar do jeito que Deus te criou, pois só vamos acabar com os padrões a partir do momento que mostrarmos para as outras pessoas quem verdadeiramente somos.
Imagem retirada do Google
O fato de estarmos em uma sociedade onde as fórmulas de beleza se resumem à cabelo liso, corpo sarado, dentes brancos, olhos claros, não interferem no nosso modo de ser, isso se você se aceitar do jeito que você é. Não estou querendo dizer que ter um cabelo liso é "anormal" ou "errado", mas sim que só vamos acabar com esse preconceito contra o cabelo afro, quando nos posicionarmos e dissermos duas palavras, NÃO ACEITO!

Não aceitar? Não aceitar o que?
O preconceito, a falta de amor, os apelidos, os olhares,etc.

Precisamos nos posicionar e dar o exemplo pra essa criançada que está se formando, para que eles se espelhem em nós.
Imagem retirada do Google

Sou pedagoga e estudei muito sobre a fase em que a criança busca sua inspiração nos adultos, a tão famosa imitação. Se você demonstrar desprezo à algo ou alguém perto de uma criança, automaticamente ela terá a mesma atitude que você perante aquilo que você desdenhou.

Onde estou querendo chegar? Se nós mostrarmos desde pequeno à uma criança que se aceitar do jeito que ela é, é uma coisa normal, que o cabelo dela é lindo, que a cor dela é perfeita, estaremos formando sim um cidadão consciente, que se aceita e poderá seguir sem medo de enfrenter algum tipo de preconceito.

Diga NÃO aos rótulos, ao preconceito e vamos pelo menos tentar ter uma sociedade melhor!
Com cada um fazendo a sua parte a gente chega lá!❤

Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, um super beijo e... thaw,thaw!💋💋



0 comentários:

Postar um comentário